Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Khimera

Espaço para os meus devaneios ... !!!!

Khimera

Espaço para os meus devaneios ... !!!!

Não sei se me vou a elas ... se respiro fundo ... se conto até 10 (não sei quantas vezes)

 

Pessoazinhas que não fazem nenhum da vida, porque não podem (respeito), ou porque não querem (também respeito), mas nunca têm tempo para nada, a não ser ... criticar o que os outros fazer!

 

Triste que estejam sempre à espera que os outros tomem iniciativas, e depois vem com "amorzinho, tu és um espectáculo" (pela frente) bem sei que por trás devo ter uns quantos fatos novos ...

 

...  culpa minha sou muito directa, nem sempre gostam, mas acho que a vida é para ser vivida não guardando rancores e "a conversar é que a gente se entende".

 

roma.jpgRomã 

 

 A fruta da época que adoro e tem algumas curiosidades e benefícios que desconhecia ...

Há pessoas que acreditam que a romã é símbolo do dinheiro e do amor, mas superstições à parte, esta é uma fruta deliciosa e muito rica em vitaminas.

 

É rica em ácidos fenólicos e também em flavonóides, compostos antioxidantes que lhe dão a cor avermelhada. As suas propriedades antioxidantes fazem deste fruto um poderoso protector contra o cancro e outras doenças.

 
É rica em vitaminas A e E, potássio, ácido fólico e polifenóis, de entre os quais se destacam: punicalaginas, principais responsáveis pelas propriedades antioxidantes do sumo, intervenientes na redução de processos inflamatórios (responsáveis pelo envelhecimento celular, aparecimento de doença coronária e de alguns tipos de cancro). Também é rica em água, a romã é muito pobre em proteínas e gorduras. Contém ainda fibras alimentares, vitaminas C e alguns minerais como o ferro, importante no transporte do oxigénio para as células e na defesa do sistema imunitário. A romã tem antioxidantes ainda mais poderosos do que o tomate e o vinho tinto para a prevenção de doenças cardíacas. O sumo deste fruto oferece benefícios antioxidantes que protegem o cérebro contra os danos dos radicais livres - que prejudicam as células saudáveis do corpo -, prevenindo o aparecimento de Alzheimer. 


Principais Substância:

Flavonóides específicos, taninos, licosilados, antocianinas, glicosídeos e ácidos graxos. a romã contém açúcares, tanino, ácidos orgânicos e vitamina C. É rica em vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B5, B6), que auxiliam a circulação, aumentam a resistência às infecções, facilitam a eliminação de líquidos, previnem o estresse. Contém também pequenas frações de ferro e cálcio. É um antibiótico natural, e adstringente. A romã é um fruto extremamente rico, porém com reduzido valor calórico.


Tem gosto levemente acido. A romanzeira é conhecida por aumentar a longevidade. Ajuda a tratar de:Disenteria

  • Eliminação de toxinas
  • Faringites 
  • Gengivites 
  • Infecções vaginais por fungos 
  • Inflamações da garganta 
  • Laringites 
  • Pele cansada e sem brilho 
  • Sangramento de gengiva 
  • Sapinhos 
  • Verminoses 
  • Acaba com rouquidão 
  • Afecções da boca, garganta e gengivas 
  • Auxilia na prevenção de aftas

Tem como princípios activos: manita, ácido gálico, pelieterina, isopelieterina, grenadina, puricina e tanino.


Segundo especialistas, a ingestão frequente de sumo de romã reduz até 30% os riscos de ocorrência de enfarte. Mas há mais benefícios para espremer. Possui propriedades úteis no combate a doenças cardíacas e envelhecimento. O liquido que se obtem ao ferver a casca em água, serve para gargarejar em casos de infecções na garganta.

A romã foi utilizada como “antibiótico natural” no tratamento de amigdalites, faringites e outras infecções da cavidade orofaríngea. As infusões obtidas a partir da casca eram empregues para tratamento de diarreias; as das raízes e troncos como vermífugas (eliminação de vermes intestinais, como a ténia) e as das sementes no tratamento de infecções oculares como a conjuntivite. Das suas sementes é também obtido um óleo com propriedades antibióticas e anti-inflamatórias, considerado como tónico para o sistema neuromuscular.

Recentemente, vários estudos clínicos permitiram concluir que o consumo de sumo e extractos obtidos da polpa e casca de romã permitem reduzir o risco de desenvolvimento de doença coronária, uma vez que a acção dos seus constituintes impede a oxidação das moléculas de LDL e previne o desenvolvimento de aterosclerose. As últimas pesquisas sugerem ainda a sua eficácia no combate à hiperplasia benigna e ao cancro da próstata e na redução do risco de desenvolvimento de osteoartrite. As sementes de romã, contidas no interior dos pequenos bagos vermelhos, apresentam propriedades fitoestrogénicas úteis na regulação de algumas alterações hormonais e no alívio dos sintomas associados à menopausa.

É de destacar o seu elevado conteúdo em vitamina C, sendo que cada romã fornece aproximadamente 40% da dose diária recomendada deste nutriente tão essencial quanto benéfico. Também o seu elevado teor em ácido fólico é importante para a saúde cardiovascular, já que este nutriente é essencial para a manutenção de níveis reduzidos de homocisteína, aminoácido que se julga associado ao desenvolvimento precoce de doença coronária.
  
 
PS:. Depois do comentário da Magda, achei por bem acrescentar uma forma prática de descascar roma, vejam o video Descascar Romã!
 

(podem consultar, aqui mesmo ao lado, os tópicos já publicados nesta rubrica)

Quem participa na rubrica:

Segunda-feira - Nia

Terça-feira - Ana

Quarta-feira - Bomboca de Morango

Quinta-feira - Sofia Margarida

Sexta-feira - Magda L. Pais

Esta rubrica não é só nossa, todos podem participar. Só vos pedimos que nos dêem conta, de alguma forma, do post onde o fizeram para que possamos acrescentar na lista dos tópicos publicados.

Pág. 2/2